Translator

LÚCIFER, SANTO OU DEMÔNIO?

Cesóstre Guimarães de Oliveira
cesostre@hotmail.com

Odorico Paraguaçu, “O Bem Amado” [Globo 1973], um belíssimo exemplar do típico político brasileiro, que com raríssimas exceções podem ser caracterizados como: falastrões, desonestos, populistas, neologistas e promíscuos. Odorico, um personagem de Dias Gomes [1922 – 1999], que transvestido pelo ator Paulo Gracindo, abusando do humor, retratou os políticos [desonestos] da época, os mesmos que nos deixaram como herança os modernos coronéis que trocaram a chibata pelo laptop.
Porém, antes que o leitor apolítico abandone a leitura deste texto, pensando trata-se de uma resenha de partidarização, faço-lhe o convite para que continue a leitura, pois mesmo o primeiro parágrafo sugerindo existir em mim pequena pitada de interesse pela política, o tema central desta escrita é a Maçonaria em sua relação com o Mormonismo. Por isso, retomando meu norte, neste texto estarei limitado ao meu propósito, apenas, usando como gancho, a mais celebre de todas as frases de Odorico Paraguaçu, razão única d’eu citá-lo: “A ignorância é que atravanca o progresso”. Agora, talvez, seja o momento de você dizer: “o Cesóstre viajou muito agora, o que tem haver Odorico Paraguaçu com a Maçonaria?
Minha resposta é... NADA, os assuntos não têm relação. Se, talvez, não fosse o chavão do personagem, ele nem seria citado neste texto. Mas, como seu dito retrata com eximia mestria minha indignação quando li o texto que me foi enviado há alguns dias por um irmão Mórmon que se auto-intitulou “um pesquisador do assunto Maçonaria”. Este irmão Mórmon veio até mim, munido de textos mal retalhados de seus contextos, onde em uma peça quasimoda, focada em sua desconfiança para com a Maçonaria, transita com certa tranqüilidade por perigosas vias. São sites e blogs editorados por anti mórmons e anti maçons que compulsivamente combatem as duas fraternidades. Fiquei perplexo com sua intimidade para com o raciocínio dos amigos protestantes que nos combatem.
Alegando um zelo invisível para mim, na ânsia por combater a Maçonaria ele ratifica sua fala citando referencias localizadas em sites protestantes que também combatem A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Para ele parece fácil acusa a Maçonaria de praticar o satanismo, embora em seu texto não tente explicar como fez para conciliar as afirmações dos sites protestantes [consultados], com a história do mormonismo.
Em seus devaneios, ele traça o perfil de uma Maçonaria que não reconheço, e prossegue manifestando pensamentos que muito se assemelham aos dos ignorantes que proliferam epidemicamente na internet, deixando em mim a impressão de que para esta contaminação não existe vacina. Abusando de sua habilidade para isolar textos de contextos, extrai levianamente, da obra de Albert Pike, a quem ironicamente chama “Papa da Maçonaria”, algumas linhas que pós [nova] contextualização, muda aquilo que foi dito por Pike.
E assim, agindo maldosamente, utilizando ferramentas que não condizem com o que se espera de um Santo dos Últimos Dias, este acéfalo, ao decifrar suas “fontes de pesquisas”, ignora que Satanás nada representa nos rituais da Maçonaria. Deslizando de forma sorrateira, abordando temas que não domina, sibila insinuações, que, se, em outro momento, eu aceitaria como inocência, se não fossem suas evidentes intenções factóides, quando afirma que a Maçonaria pratica um rito diabólico, e que dentre meus objetivos quando bloguista, estar á destruição da fé Mórmon.
Como pode ele, alicerçado nos ditos daqueles que combatem A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, vim até mim, lambuzado de conclusões preconceituosas, trazendo sua taça cheia do transbordo dos preconceituosos anti-maçons, ousar criticar a milenar fraternidade? Desesperadamente ele tenta me convencer de que suas interpretações às palavras de Albert Pike [escritas em Moral e Dogmas] são verdadeiras, e cita fora de seu contexto a expressão "luciferiano" que foi utilizada por Pike para referendar a necessária busca pelo conhecimento, como clara demonstração de que o mesmo era satanista.
Sem demonstrar constrangimento, ele continua a distorcer verdades que desconhece, se perde nas divagações, inclusive citando textos que não se relacionam. Claramente ele não entende que Albert Pike ao se referir a um caminho “luciferiano", não estar se referindo ao anjo bíblico caído, mas simplesmente buscava aplicar o significado literal da expressão Lúcifer, que é estrela da manhã, tendo como referencia o conhecimento, que é luz e verdade. Em nenhum momento dos escritos de Pike alguém encontrará qualquer expressão que surgira que o Lúcifer a que se refere é o mesmo anjo negro, [do pecado], que após sua expulsão da presença de Deus se tornou Satanás [ou diabo].
A compreensão para estas coisas ficam mais claras quando buscamos no latim, a tradução para a palavra Lúcifer, uma vez que ela não existe nos textos originais hebraicos. Aos que ignoram, Lúcifer é uma palavra de origem latina, que se o leitor pesquisar irá descobrir que a expressão significa apenas “estrela da manhã”, “portador da luz”, etc. Por tanto, quando se referiu à luz luciferiana, Albert Pike estava somente se reportando ao significado literal da palavra Lúcifer, qualquer um, que use de bom senso, concordará que ele estava correto em sua forma de pensar. Se buscarmos alguma alusão ao mal, nos textos de Albert Pike, jamais encontraremos qualquer sugestão que aponte para o maléfico, a não ser que intencional e maldosamente assim desejarmos fazer. Basta apenas algumas poucas leituras daquilo que foi dito por Pike para que se confirme que suas definições para Lúcifer, são antíteses do mal, e, que, por conseqüência de interpretação e bom senso, Lúcifer é o opositor da escuridão satânica.
A catequização efetuada pelo catolicismo, nos séculos de domínio totalitário religioso, parece ter entranhado na mente das pessoas, de tal forma, que mesmo após o movimento de reforma e restauração, alguns ainda continuam dependentes de suas interpretações para acreditar. Para estes, saber que Albert Pike afirmou que Lúcifer é o portador da luz faz suas mentes delirar, a exemplo disto temos este indouto irmão Mórmon, que em suas próprias palavras disse: “ao ler tal afirmação, por várias vezes fui do céu ao inferno, minha mente não consegue assimilar tal apostasia”. Suas palavras deixam claro que a simples afirmação de Pike foi suficiente para que tivesse a certeza de que a Maçonaria é um culto a Satanás, porém, mais uma vez, ao pensar assim, ele prefere ignorar os registros históricos... Joseph Smith, Brighan Young, John Taylor, Wilfor Woodrof, Lorenzo Snow e outros.
Pobre e infeliz bípede, como consegue nutrir tua fé? Talvez o que você precise seja de um pouco da luz luciferiana, [conhecimento]. Será meu irmão que você, que se diz ter vários anos de escrituras, nunca leu na Bíblia, no livro do Apocalipse, capitulo 22, verso 16, onde o próprio Senhor Jesus Cristo [o Filho Unigênito de Deus] chama a si próprio de Lúcifer, que por tradução [entre outros significados] é “resplandecente estrela da manhã”?
Ou talvez você precisa ler no segundo livro de Pedro, capitulo 1, verso 19, onde estar escrito: "E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações." Você nem ninguém precisa cursar nenhuma faculdade ou realizar grandes feitos para entender que aqui a expressão traduzida como estrela da alva é Lúcifer, e também não pode ignorar que o Lúcifer referendado neste texto é nada mais, ou menos, que o próprio Senhor Jesus Cristo, o filho de Deus. Existem outras referências que poderiam ser citadas, inclusive eu poderia enumerá-las para você, mas não o farei, pois entendo que esta é uma discussão que deve permanecer no campo da semântica, e de modo algum pode invadir os espaços reservados a teologia.
Penso que além de você, existem mais alguns de meus outros leitores que ignoram que a expressão Lúcifer só foi adicionada ao léxico religioso quando o texto hebraico contido no livro de Isaías, no capitulo 14, verso 12, que diz: "Ben-Shachar HeYLeL" [Que significa: estrela da manhã, filha da alva.) foi traduzido para "heosphoros" [palavra grega que define o planeta Vênus como a estrela da manhã] na Septuaginta, sendo depois, e somente depois, traduzido para "Lúcifer" na Vulgata [do grego Septuaginta]. O capitulo 14 do livro de Isaías é na verdade uma profecia de denúncia contra os reis da Babilônia, especificamente contra Tiglate-Pileser III. Embora o texto trate dos protegidos de Deus, não é uma questão teológica, a discussão estar limitada a um governante que tenta exercer injusto domínio sobre a nação escolhida por Deus para cultuá-lo. Se observarmos no verso 12 do mesmo capitulo, notaremos que o profeta caracteriza a arrogância de Tiglate-Pileser III, que se apresenta como capaz de surgir no céu como a estrela da manhã [Jeovah].
O texto bíblico é claro ao descrever o que lhe aconteceu, ele caiu por terra, foi subjugado, foi humilhado pela vingança do Senhor que se manifestou.
Tentar provar que Albert Pike era satanísta, têm sido o desafio mor de todos os anti maçons. Eu os vejo como crianças, que de forma inconseqüente tentam agredir a Maçonaria apenas por que muitos o fazem. Saiba que usar a expressão Lúcifer como se esta fosse sinônima da palavra "Satã" [sathane], é um erro que se constitui em ofensa a deidade.
Você deve ter lido em tua pesquisa que alguns teólogos se referem a Lúcifer como a forma pela qual Satanás era nomeado antes de sua expulsão do Céu, já outros se referem a Lúcifer e Satanás, como se fossem duas entidades distintas, e ainda existem aqueles que igual a você, tratam as duas palavras como se fossem sinônimos. Se pesquisar bem [não muito, mais bem] observará que tanto as convenções literárias quanto os ensinamentos cristãos, historicamente parecem não entrarem em consenso quando o assunto é uma definição padrão. Mas, independente de haver ou não o consenso, deixo claro que um autor pode usar tanto o termo Lúcifer quanto luciferiano, sem que com isto esteja se referindo a Satanás, e foi neste contexto que usou Albert Pike.
Gostaria de ter mais espaço para abordar este tema, pois penso que seria necessário muitas laudas para explicar a confusão feita quando da interpretação dos textos de Moral e Dogmas, mas este é um outro projeto.
Entendo que o assunto é polêmico, ao ponto de que mesmo que se tente explicar, novas dúvidas irão surgir. Por isso não considero o assunto encerrado, pensar tal coisa seria muita presunção de minha parte, talvez meu texto elimine algumas dúvidas, mas sei também que muitas outras serão plantadas, de uma coisa tenho certeza..., minhas afirmações se tornarão em combustível a ser queimado na fogueira das vaidades.

20 comentários:

Denilson Pereira Gomes disse...

Li o texto completo e gostei da leitura. porém não conheço muito o assunto, embora tenha lido muito a biblia. eu era protestante, não sou mais. lá eles tratam a maçonaria como : o bodão. hoje , o que eu ganhei dentro do sistema religioso foi apenas dissabor. vejo um certo amor falso no cristianismo protestante , que para mim nada mais é que, uma reforma mal reformada, sei lá. também posso te dizer que sinto medo da maçonaria, de tanto houvir coisas. mas o que vc falou a respeito de lúcifer, é verdade eu já li muito isso na biblia.

Ernesto disse...

A grande questão é que enquanto a maçonaria for fechada, sempre haverá boatos, criações imaginárias, ou até mesmo medo pela instituição e por seus adeptos. Vejo a vida de Jesus Cristo com ensinamentos muitos maiores do que meramente aplicativos de dogmas e doutrinas. Fiquei muitos anos no mormonismo e tive inúmeros dissabores. Hoje sou ateu, embora respeito o Cristo como personagem histórico, mas nada mais do que isto. Estamos em pleno sec. 21 e não creio que as coisas boas devam ser feitas em segredo. Repito: enquanto a maçonaria enclausarar-se sempre haverá distorções ao tipo de culto, adoração ou sei lá o q se possa chamar. Em minha cidade os maçons não desfrutam de boa reputação devido aos conchavos políticos que exercem, e, os membros da igreja ao saberem que muitos membros são maçons e q Joseph, Young, Hyrum, e tantos outros líderes foram maçons ficam intrigados e por não terem acesso ao que a realmente a maçonaria faz acabam por desprezar esta instiuição e não ouso chamá-los de ignorantes por fazerem julgamentos haja visto que as verdadeiras informações sempre são sonegadas.
As pessoas julgam por não terem o real conhecimento.
Bom a maçonaria eu não sei, mas a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias eu conheço muito bem!

Anônimo disse...

Olá irmão. primeiramente peço desculpas pois nao sou bom na escrita. entao, nao adianta voce discutir com pessoas que nao querem saber a verdade. bom eu sei que os maçons sao pessoas boas, eu ainda estou procurando nas escrituras da igreja onde tem escrito que os primeiros profetas eram maçons.Eu sinceramente queria ate que voce me mandasse um email dizendo onde tem escrito. Pois bem, Até quem nao tem muito estudo sabe que os maçons pregam a irmandade fraternidade e igualdade. Ta escrito no livro de mormon que os sacerdotes contenderiam uns com os outros e negariam o espirito santo, o que proclama arrependimento e batismo. É exatamente o que essas pessoas fazem. A internet ta cheia de porcarias porque ao inves de as pessoas trabalharem na vinha do Senhor estão perdendo seus tempos escrevendo bobagens. A poucos munitos antes de escrever esse texto estava conversando com um colega e lhe mostrei algumas passagens do livro de mormon e ele se regozijou, mas nao aceitou quando eu lhe falei a respeito da restauração do evangelho, logo seu coração inchou. eu realmente estou muito triste pois sinto ter falhado..Mas enfim irmao,sei que a maçonaria nao tem nada haver com a igreja de jesus cristo pois se tivesse todos os maçons seriam mormons, conheço varios maçons e eles nunca ouviram falar a respeito da igreja, sao pessoas q sim acreditam em deus, mas sao de varias religiões. Eu ate estou curioso, eu queria que voce me mandasse um email dizendo onde esta escrito nas escrituras da igreja que joseph e outros foram maçons.Eu agradeceria muito mesmo. obrigado.

Thiagoz4rr@gmail.com

gustavoluizdasilvaoliveira disse...

Olá meus irmãos, sou mormom à 15 anos adoro esta instituição tenho visto muitas vidas mudarem atravez de seus ensinamentos. Porém fui iniciado na Maçonaria a um bom tempo e tenho visto também pessoas,instituições e outros por sua vez receberem as mesmas bençãos atravez de uma instituição que muitos acham não fazer o bem. Bem meus amados não gostaria de entrar nesse pequeno mau entendido, porém digo com toda convicsão de que Deus vive e tem vida em si mesmo e que Jesus é o cristo e que a maçonaria por sua vez é uma instituição que estará sempre pronta para ajudar os necessitados assim como a igreja de Cristo, amo vocês como irmão em cristo. Para encerra gostaria de fazer um convite aos que tem duvidas a respeito de tal assunto, procurem ler, procurem conhecimento, não dê ouvidos aos jugadores ou aos que não conhecem nem a si mesmo. Um fraterno abraço a todos. Gustavo Luiz.:

Não discutam, simplismente façam o bem...

erico disse...

pois bem Ir Cesostre,seu texto mais uma vez fala a verdade,vc e eu sabemos q a oposição é necessária em todas as coisas....então continue a escrever;como dizia Mario Quintana" a todos aqueles q se atravancam em meu caminho,eles passarão....eu passarinho ! TFA.

erico disse...

carissimo Cesostre oposição é necessária em TODAS as coisas....seu texto fala a verdade,continue a escrever e lembre de Mario Quintana:" A todos aqueles q se atravancam em meu caminho,eles passarão....eu passarinho !" TFA.´.

Neves disse...

Boa Noite, Meus Parabéns Pelo o Site e Pelas As Postagens Deixadas Aqui, Pois Fazem Com As Pessoas Pensem Melhor Sobre o Assunto, e Não Vivem Falando Sobre o Que Não Sabes ...

Abraços

Marcelo Bighetti disse...

Caro Cesóstre; lembro-me de quando eu estava no CTM (24 anos atrás)nosso presidente nos aconselhou a sermos teólogos de nossa própria religião. Infelizmente vemos o interesse pelo conhecimento se diluir em um mar de desculpas e a defesa de conceitos próprios baseando-se em pseudas pesquisas. Seu texto foi feito com maestria por alguém que possui conhecimento de causa. Parabéns.

Anônimo disse...

Lí o seu texto, acho que faltou humildade e fraternidade para com o rapaz que você mesmo chama de irmão,achei muito soberbo e arrogante de sua parte começar o texto com escárnio, falando de Odorico Paraguaçu. Sou católica e acho que você deveria ser mais humilde.
Maria

Anônimo disse...

Lí o texto e acho que faltou humildade e fraternidade com o rapaz que você mesmo chama de irmão,achei de péssimo gosto e de muita soberba a comparação com Odorico Paraguaçu.
Sou católica.
Maria

Cesóstre Guimarães de Oliveira disse...

Olá Maria,
Vamos falar sobre tuas “observações”?
Primeiramente você me deixa confuso, não conseguir assimilar em tuas linhas escritas o que você entende por humildade e fraternidade; talvez você não lembre, mas estar na Bíblia, Senhor Jesus Cristo, aquele que você e eu cremos ser o filho de Deus, por várias vezes chamou algumas pessoas de víboras, outra vez [Ele] bateu nas pessoas que estavam no Templo comercializando. Inclusive, derrubou seus pertences ao chão, o texto bíblico é claro, Ele estava "zangado".
Em sua concepção analítica as ações de Jesus Cristo nestas passagens significam que Ele não era humildade? Significa que foi arrogante? Ou será que apenas defendeu seu ponto de vista da verdade?
Minha irmã,
Sim Maria, acredito que todos somos irmãos, pois, sem nenhuma exceção, somos filhos e filhas de Deus. Quando escrevi o texto que leu, apenas dissertei sobre o que creio, se aos teus olhos fui arrogante, esta visão de meu perfil [um perfil que não conhece] não passa de teu ponto de vista, e por isso não deve ser entendido com a verdade.
Se não gostou da analogia que fiz entre Odorico Paraguaçu e minha indignidade para com o texto de meu outro irmão, talvez seja possível que isto tenha ligações com traumas de tua infância, quanto a mim, tenho boas lembranças deste personagem que muito me fez rir, e serviu muito bem para explicar como me senti ao ler tantas bobagens escritas [não por você].
Da próxima vez que me escrever [se houver uma próxima vez], gostaria de ler tua critica sobre o conteúdo do texto, e não sobre o que pensa sobre mim.
Obrigado por me ler, e espero que não me entenda como soberbo, sem humildade ou fraternidade em minha resposta a teus argumentos.

Abraços

Ernesto Che (ex presidente de estaca) disse...

Se a igreja mormon é verdadeira, Jesus Cristo é um desmoralizado, pois muita gente manda e desmanda nela, um lugar que não há ao menos prestação de contas, é no mínimo suspeito. Nem ao menos os dizimistas sabem aonde sua doação é gasta! Que diferença faz saber quem é Lúcifer? O dogma é um bom pretexto para distrair os tolos.

Cesóstre Guimarães de Oliveira disse...

Olá Sr. Ex Presidente de Estaca, acredito que ao assinar com o criptônimo de Ernesto Che, tencionava ser comparado ao Guevara. Que disparate..., você sabia que ele era Maçom?
Mas, voltando a Igreja de Jesus Cristo, pude notar em você grande confusão mental, talvez por não ter ligações com a área contábil, não saiba que toda instituição jurídica, com ou sem fins lucrativos, precisa registrar seus balanços anuais nos órgãos competentes, assim é no Brasil, EUA, e acredito eu, em muitos outros países do mundo.
Se tenciona questionar algo, que seus questionamentos estejam limitados a sua insignificância de reles mortal dependente de Deus, não ouse tentar agredir ao sagrado, isto só o torna menos insignificante que é [para com Deus].
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, literalmente, é o que seu nome sugere, a verdadeira Igreja do Salvador Jesus Cristo, goste ou não.
Quanto a meus escritos, você acredita mesmo que escrevo para esconder alguma verdade diferente daquela que um dia te foi ensinada? Que mente mirabolante a tua, chego próximo ao sentimento da piedade só em imaginar teus pensamentos.
Abraços

Cabisieri disse...

Gostei muito do texto. O grande problema hoje é o preconceito fomentado pela ignorância. É incrível como as pessoas são levadas a repudiar àquilo que elas não conhecem, e o que é pior são orientadas por pessoas que são tão ignorantes quanto elas.

Cabisieri.

Veras .'. - Rito Moderno disse...

Luzes, meu Querido,Amado e Poderoso Irmão Cesostre .'.

Para mim, uma Honra poder ler este seu belíssimo Trabalho, sem dúvidada nenhuma, uma Obra do Senhor Jesus Cristo, afinal de contas vivenciamos a Era Cristã.
Fica evidente que entre os "profanos" Ir.'., nada sabem sobre as diferenças entre Crença, Ritos e Seitas, o tempo é curto e neste espaço, preciso ser breve.
Penso e analiso o quão é importante de se conhecer Sócrates e Cristo e se buscar uma aproximação entre eles,fica essa questão Ir.'. o pensamento socrático aproxima-se do pensamento do Cristo?
Como explicar que a Igreja Católica que em seus diversos livros chega a afirmar que:"eleva-se insolentemente a Seita maçônica pelos seus triunfos" quais Trunfos? em outros textos "nefasta"!em que momento histórico?
Muitas são as dúvidas sobre a vida do Cristo e do Santo Ofício, entre elas uma afirmação de Vontaire "teria Ele sido jogado em uma vala comum".
Precisamos sim, trabalhar em conjunto com a ciência, teologia, antropologia sem esquecer o "livre pensamento sem dogmas" para não se executar manobras insidiosas, afinal de contas conhecemos bem a história dos "sicários" ou melhor o "homem do punhal"...e ela não é contada por nós filhos da viúva e da eterna Vigilancia e sim pelo Livro da Bíblia...
Desejo uma Paz profunda, fique com as bençãos do Altíssimo,
Meu Tríplice e Fraternal Abraço

Liberdade- Igualdade - Fraternidade

Aparecida Nabas . disse...

Caro senhor Cesóstre ,o senhor também sabia que o Guevara era ateu alem de maçom e eu gostaria que o senhor me cita onde diz na Bíblia que jesus bateu em alguém na hora que ele se zangou,se a maçonaria fosse tão boa assim não seria necessário os lideres da igreja omitir o fato de Joseph Smith ter sido maçom .

Cesóstre Guimarães de Oliveira disse...

Olá Aparecida, obrigado por me escrever expondo tuas dúvidas, que parecem ser muitas.
Mas se continuar me lendo, verá que todas as tuas dúvidas já foram repetidas, inclusive nas respostas de onde extraiu mais dúvidas.
Continue lendo, talvez seja agraciado com um pouco de luz.
Me perdoe se não te permito transformar me blog em um ponto de discursão teológica.

Abraços.

Cesóstre Guimarães de Oliveira disse...

Obrigado por suas palavras meu mano Veras, elas se convertem em fortes estímulos a continuação de meu projeto,

Abraços.

Anônimo disse...

Vários ateus também são membros da maçonaria, como por exemplo... Che Guevara, Carl Marx, Frederique Angels, Lenin, Stalin e outros.

Hoje em dia existem muitos maçons ateus, mas esses fazem parte da maçonaria independente regular, reconhecida, genuína, legal e legítima pra maçons e maçonas, porque esses maçons'ateus acreditam no amor, no respeito, na fraternidade e em outras virtudes, e por isso a maçonaria independente regular, entende que é justo esses ateus pertencerem a maçonaria. Mas se esses ateus são gentes que trabalham contra as virtudes ou são satânicos, certamente não serão aceitos.

Kátia Versoza.'.

www.grandeloja.org.br

ary disse...

interessante esse testo