Translator

A 13ª REGRA DE FÉ E A MAÇONARIA

Luis Eduardo Bernini Pereira


Gostaria de lembrar a todos a 13ª Regra de Fé de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: “Cremos em ser honestos, verdadeiros, castos, benevolentes, virtuosos e em fazer o bem a todos os homens; na realidade, podemos dizer que seguimos a admoestação de Paulo: Cremos em todas as coisas, confiamos em todas as coisas, suportamos muitas coisas e esperamos ter a capacidade de tudo suportar. Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, de boa fama ou louvável, nós a procuraremos” - (Joseph Smith).
Bem, gostaria de dar meu solene testemunho de que a Maçonaria se enquadra perfeitamente à última frase: ela é "virtuosa, amável, de boa fama ou louvável". Também gostaria de considerar que, se professo minha fé inabalável de que Joseph Smith era e é um Profeta de Deus, e se ele se tornou Maçom DEPOIS de habituado a falar com Deus, porque haveria eu de duvidar da integridade de sua opção e da sabedoria de sua escolha em se tornar Maçom?
Se eu professo, igualmente, que os Presidentes da Igreja são Profetas, Videntes e Reveladores, e lhes dou meu mais absoluto apoio nesta convicção, e um Presidente da Igreja [Spencer W. Kimball, diz que a Igreja nada tem contra qualquer entidade que ensine atos bons, [inclusive a Maçonaria], penso que questionar, proibir ou duvidar da Maçonaria não seria o mesmo que questionar, proibir ou duvidar da orientação e do discernimento de um Profeta?
Nossa Igreja não é secreta, embora preserve, por motivos religiosos, certos aspectos do Templo, apenas para os que têm a dignidade necessária para participar do mesmo. Da mesma forma, a Maçonaria, que não é secreta - pois, como já fartamente comentado, tem seus estatutos e documentos registrados em Cartórios Públicos, sendo, como a Igreja, discreta com relação a certos aspectos, pois mantém segredo apenas dos rituais - igualmente reservados apenas aos que possuem a dignidade necessária para participar. Todos sabem as razões históricas relacionadas à Santa Inquisição que demandaram o segredo nos anos negros da intolerância religiosa.
Joseph Smith ensinava que ninguém é salvo através da Ignorância. De fato, ensina-se constantemente que a Ignorância é a fonte de todos os males.
Pois é para isso que este [...] Blog foi criado: para combater a ignorância específica com relação à Maçonaria no seio de nossa Igreja, e combater igualmente a intolerância que é intrinsecamente incompatível com nossa Fé.
O que nos remete igualmente à 11ª Regra de Fé: “Pretendemos o privilégio de adorar a Deus Todo-Poderoso de acordo com os ditames de nossa própria consciência; e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde ou o que desejarem”.
Ora, a Maçonaria é religiosa no sentido em que o Maçom deve acreditar em um Deus Criador, chamado de Grande Arquiteto do Universo para não ofender a nenhuma designação religiosa, mas a Maçonaria não é uma religião e não determina como adorar ou especifica quem adorar, deixando o conceito de Deus para cada crente. Se a Regra de Fé determina o privilégio de adorar a Deus Todo-Poderoso de acordo com os ditames de nossa própria consciência, e, como indivíduo, resolvo que meu auto-aperfeiçoamento, além das práticas de minha Igreja, pode ser melhor com a vivência Maçônica, em que isto poderia ofender àquilo que o próprio Profeta Joseph Smith determinou?
Existem tantos Irmãos da Igreja, Maçons, que oficiam nos Templos da Igreja. O que temos a temer?
Deixo estas considerações para que todos de boa-fé as pesem em seus corações, e recomendo mesmo que orem e peçam o esclarecimento do Espírito Santo sobre estes assuntos. Sei que a procura consciente da Verdade pode ser auxiliada pelo Espírito, que tudo pode nos ensinar.
Que os Santos continuem a ter a coragem de assumir publicamente a qualidade Maçônica, para que isto contribua na edificação do Reino de Deus. Não entramos para a Maçonaria para nos tornarmos figuras públicas, pois somos discretos, mas se o silêncio contribuir para a intolerância, então devemos nos revelar sem medo. Assim como assumimos a nossa Fé!

10 comentários:

Fisiogonzaga disse...

Há anos venho estudando a Maçonaria. Conheço vários maçons, a maioria deles são mórmons. A primeira vez que me convidaram para a maçonaria, a primeira coisa que veio em minha mente foi a 13° Regra de Fé. Meu peito transbordou com o Santo Espírito confirmando a veracidade das palavras do nosso querido Profeta Joseph Smith.
Ainda não sou Maçon, pois sei que antes de entrar para a maçonaria, tenho que deixar ela entrar em mim. Acredito que num futuro breve estarei preparado para tamanha responsabilidade.

Rodrigo disse...

Frater, como R+C ativo e como membro da IJCSUD quero lhe parabenizar por todos os tópicos do Blog.
Estou a sua disposição para qualquer coisa.
(21) 3592-8968
(21) 8524-6667
rodrigorealengenho@hotmail.com
Realengo RJ.
Paz Profunda.

Anônimo disse...

Sou mórmon a exatos 30 anos. Servi como missionário em 93-95. Sou formado em história pela UFSM. Não vejo nenhuma razão para aquele q conhece os princípios ensinados por Jesus Cristo d filiar-se a qualquer organização q supostamente diz-se ser "tão boa". Aprendi certa vez q os símbolos e sinais mostrados no templo somente deveriam ser revelados em um lugar determinado do templo!Se a maçonaria é algo a ser frequentado por um verdadeiro cristão o mormonismo é uma farsa. Smith não precisaria filiar-se a maçonaria para qualquer objetivo se quer q fosse! Não ensinou o Senhor a construção de um grande barco a Néfi? Não abriu o mar vermelho sem precisar da ajuda de ninguém? A maçonaria representa poder neste mundo e sabemos q o Reino de Deus não é "deste mundo"! Sendo tão boa abram então as suas portas para q os filhos de Deus possam desfrutá-la...A igreja carólica hoje é muito boa também...

BRAZ disse...

Gostaria de convidar ao nobre a postar o seu nome e ala.
Amigo e irmão, que tão bem apresenta o seu curriculo. Gostaria de convidá-lo para estudar e pesquisar um pouco mais sobre a verdadeira historia da igreja(A igreja restaurada na plenitude dos tempos)E tambem sobre o porque de Joseph Smith na quele momento se filiar a marçonaria. E é claro e sem a minima dúvida que o grande objetiva aqui é educação, aprimoramento espiritual.SOu Sumo Cons. Lider da Missão da estaca.
Consultorm em desenvolvimento, graduado em adm. gestão de pessoas, especialista em liderança, especialista em escatologia,autor. Um abraço a todos os amigos e irmãos que buscam defender a verdade como moroni e vivê-la.

Anônimo disse...

Irmao Braz, nao eh possivel ser um membro fiel da IJCSUD sendo Masson. Ou se eh um ou outro. Quando se eh os dois a ponto de se ter chamado no sumo conselho eh pq houve falta com a verdade/omissao na entrevista.n

pedro caldas disse...

falar do que não se conhece não e digno do homem, por isso acho que as pessoas que não tem o minimo de conhecimento das coisas não deviam comentar nada, a não ser que tenha perguntado a Deus, e atraves do espirito santo tenha recebido a essa confirmaçães,sou mormom mas não maçon, mais conheço tudo sobre a maçonaria, e sei que a maçonaria eos maçons na fazem mal niguem por que só fazem o bem pessoas, a hospitais, asilo de velhos, creches e outros.
obrigado pelo espaço.
pedro caldas de melo
ala boa esperança
guarujá - são paulo

Vanessa - Ala São Leopoldo disse...

Caros amigos, pertenco a IJCSUD á 12 anos e sei por todos os meios que não tem como ser mornom e maçon ao mesmo tempo, sou batizada desde os 8 anos de idade e fiz inúmeras ordenanças no templo e sei que não tem a menor possibilidade de a real organização Mórmom ser filiada a qualquer outra instituição e olha que não estou falando da ¨Igreja reformada¨ que esta nem poderia ser chamada de MÓRMON. Não estou falando mal dos Macons até porque o pouco conhecimento que tenho não me permite falar a respeito. Mas dos mórmons eu tenho bastante conhecimento e convicção no que falo. Convido inclusive a todos que tenham alguma dúvida do que foi escrito neste blog, mormón ou não, maçon ou não que vão a Capela, visitantes são também muito bem vindos. Abraços...

Cesóstre Guimarães de Oliveira disse...

Olá Vanessa, desejo todas as bençãos dos céus para você, que continue firme no evangelho restaurado do Senhor Jesus Cristo, a quem tanto amamos.
Seu comentário é interessante, embora recheado de interpetação própria, ele deixa alguns dos muitos líderes mórmon em posição dificil, pois quando diz "que não tem como ser mornom e maçon ao mesmo tempo,"(...) deixa os milhares de lideres do mormonismo que são maçons em situação dificil. Estamos a falar de Conselheiros de Templo, Bispos, Presidentes de Estaca, e outros.
Sua perseverança de 12 anos no evangelho é algo que deve ser louvado e aplaudido de pé, mas somente o tempo de "serviço" não a qualifica como autorizada a desqualificar quem é mórmon maçom, eu sou membro da Igreja a 23 anos initerruptos, tendo servido ao Senhor Jesus Cristo em diversos chamados, e tenho a plena convicção que é possivel sim, ser mórmon e maçom, sem que isto acarrete nenhum prejuizo para alguma das organizações. Dizer que um mórmon não pode ser maçom, é chamar de mentiroso a Joseph Smith, Brigham Young, John Taylor, Wilford Woodruff e Lourenzo Snow. Minha mana, as palavras são perigosas e depois de ditas nunca mais poderão retornar, dedique um pouco mais de temopo a estudar a história da Igreja e descobrirá que ainda tem muito a aparender.
Abraços

Mário A. da Silva disse...

Prezados:
Sessai de achar faltas uns nos outros, literalmente somos filhos de Nosso Pai Celestial, assim, literalmente somos irmãos.
Notem bem, a décima primeira regra de fé diz o seguinte: "Pretendemos o privilégio de adorar a Deus Todo-Poderoso de acordo com os ditames de nossa própria consciência; e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde ou o que desejarem." Então, o que temos a fazer é simplesmente respeitamos-nos de modo a preservar o espírito e não aborrecer o Senhor.
Ser Santos do Últimos Dias é ter consciência dos nossos afazeres e elevar nosso espírito pelo exemplo... Debater ou tentar colocar as coisas em ordem sem antem nos organizarmos, digo: "Organização pessoal", não nos levará a lugar algum.
Pensem bem! Uma pessoa não poderá amar a dois senhores, pois há de amar um e odiar o outro, ninguém poderá servir a Deus e a Mamom.
Meu nobre, parabéns pelo seu blog e aos demais visitantes, parabéns pelos seus comentários.
Deixo aqui meu testemunho que sei que Deus existe e Jesus Cristo é o Nosso Salvador e redentor. Joseph Smith é o Profeta da restauração e Thomas S. Monson é o nosso Profeta atual e que foi chamado por Deus. Essas palavras vos deixo em Nome de Jesus Cristo. Amém.

Anônimo disse...

ola irmão Cezostre. Eu o conheci em minha missão e lhe considero uma pessoa inteligente e muito ponderada. Admiro muito seus comentarios esclarecedores...Gostaria de entender um pouco maus sobre os maçons